Lamento da Oliveira (1983)

Autor lamentando por ninguém estar acreditando em suas palavras sobre as provincias de Deus Hoje em dia, ninguém está vindo para mim mesmo que tenha uma festa preparada. Eu construí o Algoksungjeon (Templo de grãos), como Deus me ordenou. Eu limpo pecados herdados através das geracões com água contendo sangue e espírituo de Jesus e faço a salvação pela graça de Deus, mas mesmo assim que as pessoas ainda não vêm. Durante a visão em 1983, eu me lamentava porque as pessoas não entendiam o trabalho de Deus. Quando preguei aos anciãos da igreja que “O trabalho da Oliveira não é obra de um homem, mas o trabalho de Deus”. Eles disseram: “Você é exatamente como Presbítero Park (Primeira Oliveira)” e me ignoraram. Eu preguei para os não-crentes: “Esta é a obra de Deus. Por favor, vêm”, e eles disseram: “Isso não é heresia?” e riram de mim. Eu disse em lágrimas às pessoas em Jeondogwan: “Eu sou a Segunda Oliveira de verdade, Por favor vêm. Devemos juntar para servir Deus”, mas eles riram e disseram que eu era apenas um artista dizendo coisas sem sentido. Ter ninguém para ouvir, eu chorei amargamente batendo a terra. Eu perguntei: “Deus, a onde devo ir e o que devo fazer para que eles possam reconhecer a sua Providência e segui-lo? É impossível fazer o trabalho da Oliveira”. Então, a luz desceu do céu e Deus disse o seguinte. “Você está sofrendo porque está fazendo o trabalho da Oliveira. Se você tinha mostrado seu poder sem reivindicar a Oliveira, deveria ter muito mais pessoas que seguem você. No entanto, mesmo que seja difícil, o trabalho da Oliveira é a minha providência e assim você deve preservar e mantê-lo de si mesmo até o fim”. Depois de ouvir as palavras, abri meus olhos e senti tristeza.